Início » Prazer Feminino » Transar Menstruada ainda é tabu? 4 benefícios em ter relações naqueles dias
transar menstruada ainda é tabu

Para algumas mulheres, a ideia de transar menstruada é apavorante. “E a sujeira? E o desconforto do parceiro ou da parceira? Ah não, não! Transar menstruada nem pensar!

Mas você já parou para refletir porque existe tanto tabu com o sexo durante o período da menstruação?

Já teve a oportunidade de conversar com alguém sobre as sensações vividas pelo corpo no sexo durante esse período?

E se te contarmos que por trás de todos os seus tabus, medos e vergonhas, pode existir uma experiência muito prazerosa e que vale ser vivida pelo menos uma vez na vida?

Neste artigo falaremos sobre algumas das principais dúvidas e receios das pessoas menstruantes a respeito da transa durante a menstruação. E procuraremos te apresentar uma nova perspectiva sobre ciclo, sangue menstrual e prazer, para que você possa construir uma relação mais positiva com o seu corpo e com a sua ciclicidade, e com isso possa ampliar o seu repertório de possibilidades sensoriais prazerosas.

Transar menstruada: ainda é um tabu para você?

transar menstruada sangue menstrual

Uma coisa é a nossa indisponibilidade para o sexo durante a menstruação: muitas vezes passamos por muito desconforto físico e ficamos sem apetite para transar, preferindo passar bem longe dos estímulos sexuais neste período. É preferível ficar em posição fetal na cama e bem quietinha sem ser incomodada.

Mas outras vezes… fala a verdade, estamos morrendo de tesão!

Pensamentos paralisantes

E aí existe um problema que é a proibição que muitas vezes estamos impondo a nós mesmas devido a tabus, medos e vergonhas: “não posso transar menstruada, não devo transar menstruada, é nojento transar menstruada, é errado transar menstruada!”

Há ainda o receio de desagradar o outro: “e se a pessoa olhar pro meu sangue, e se eu sujar tudo? Tô subindo pelas paredes, mas é melhor segurar a vontade!”. E muitas vezes nesse processo de autoproibição acabamos convencendo a nós mesmas de que não gostamos de transar menstruadas.

Escolha ou imposição?

Você se identifica com algumas dessas situações? Sua decisão de não transar menstruada vem por uma escolha ou por imposição?

transar menstruada escolha ou imposição

Saiba que seus tabus, medos e vergonhas não são totalmente aleatórios e infundados. Muitas vezes eles são construídos em cima de experiências prévias negativas, ou são uma antecipação da nossa mente para nos proteger de um cenário que pode ser muito pior se deixarmos acontecer. E que acontece: parceiros e parceiras que se recusam veementemente a transar conosco menstruadas, ou ainda aquele constrangimento que pode rolar quando o parceiro ou a parceira topam, mas na prática fazem aquela carinha de nojo que nos faz sentir sujas.

Tesão boicotado!

E nisso nós voluntariamente boicotamos o nosso tesão e deixamos pra lá nossa vontade, esperando um momento mais “adequado”.

Seja qual for a situação, simplesmente optar pelo caminho de “fechar o corpo para balanço” a cada 28 dias (mais ou menos), mesmo que estejamos morrendo de tesão, mais parece uma rendição ao controle do exercício da sexualidade das pessoas menstruantes do que uma escolha de fato.

Portanto, vamos entender o que acontece com o corpo durante esse período e por que transar menstruada pode ser uma experiência muito singular, prazerosa e benéfica quando conseguimos superar essas barreiras e criar um espaço de diálogo nas nossas relações.

Leia também: Como aumentar a libido feminina: 4 dicas e reflexões cruciais!

O que acontece no corpo durante a menstruação?

dedos sangue menstruação sexo

Para começar a compreender alguns dos benefícios de transar menstruada, precisamos primeiramente entender a função dos hormônios e o que acontece com o nosso corpo durante a menstruação.

O que são os hormônios?

Os hormônios são substâncias químicas que circulam pela nossa corrente sanguínea atuando como mensageiras e orquestrando todo o funcionamento do nosso organismo, dos órgãos aos tecidos e às células.

Ao longo do nosso ciclo menstrual, que se inicia no primeiro dia da nossa menstruação e se encerra no primeiro dia da próxima menstruação, nosso corpo apresentará variações nos níveis de alguns hormônios principais que desempenham um papel chave no processo de fecundação humana, mas também no nosso desejo sexual.

Estrogênio e Progesterona

estrogênio progesterona hormônios menstruação

Pouco antes da ovulação é quando ocorre um pico do hormônio estrogênio no nosso organismo. Ele estimula o espessamento das paredes do útero na preparação para receber um possível óvulo fecundado, mas também está relacionado ao aumento da nossa disponibilidade e desejo para interações sexuais.

Logo após a ovulação e antes do começo da menstruação, nosso corpo tem uma queda no estrogênio e aumento nos níveis de progesterona, outro hormônio que prepara o corpo para uma possível gestação, mas que pelo seu efeito estabilizante contribui também para uma menor disponibilidade e desejo à interação sexual, em comparação a outros períodos do nosso ciclo.

A progesterona também contribui para a retenção de líquido no nosso corpo, causando aquele conhecido desconforto e inchaço alguns dias antes da menstruação. Então também é natural, por esse motivo, que não estejamos no auge da nossa libido e disponibilidade para o sexo.

Leia também: O que é empoderamento feminino? Importância e 7 princípios

Os níveis de hormônio durante a menstruação

níveis de hormônio menstruação

A progesterona atingirá um pico na fase pré-menstrual e em seguida terá uma queda nos seus níveis e estará bem baixa no primeiro dia da menstruação, que por sua vez sinaliza o começo de um novo ciclo menstrual.

Lá para o segundo ou terceiro dia, com a progesterona ainda em níveis baixos, começa gradualmente o aumento dos níveis de estrogênio no nosso corpo novamente.

É essa subida do estrogênio após um período de baixa que pode provocar um efeito muito positivo sobre o nosso desejo, aumentando a nossa disponibilidade para as interações sexuais durante a menstruação.

Ou seja, a variação natural dos hormônios durante o ciclo estão intimamente relacionados ao tesão de transar menstruada.

Leia também: Orgasmos múltiplos femininos: O que são? Qual a sensação?

Se transar menstruada pode ser gostoso, porque ainda há tanto tabu?

transar menstruada pode ser gostoso

O ciclo menstrual deveria ser percebido como um sinal de corpo saudável e vivo. Que nos torna capazes de parir tanto filhos quanto projetos devido a sua abundante fertilidade para a criação. Mas sabemos que a visão que a sociedade nutre a respeito do ciclo menstrual não é exatamente assim, não é verdade?

Poderíamos celebrar a tamanha inteligência biológica do nosso corpo que foi desenvolvida ao longo de milhares e milhares de anos com orgulho e admiração.

Fonte de fraqueza?

Mas não. Fomos ensinadas a olhar para o nosso ciclo menstrual como uma fonte de fraqueza, que nos coloca em desvantagem perante as demandas por produtividade e desempenho da sociedade.

menstruação é fonte de fraqueza

O nosso relógio biológico nos sinaliza a necessidade de pausa, descanso e introspecção. Principalmente naqueles dias de maior desconforto e baixa energética. Mas nos ensinaram a observar essa característica como um limitante das nossas funções “normais”. Já que “normal” perante esta sociedade é que estejamos sempre disponíveis para o outro e nunca para nós mesmas.

Sujo, impuro?

Já o sangue menstrual, nos ensinaram a observar como algo sujo, impuro, que precisa ser contido, disfarçado, escondido, e se possível controlado ou totalmente anulado com o uso de medicamentos anticoncepcionais. Evitamos olhar esse sangue, tocá-lo ou ter qualquer tipo de interação.

Mas você já parou para pensar que esse é o único sangue que ao correr não está associado a morte, mas sim a possibilidade de vida?

transar menstruada é sujo

Conecte-se com o seu corpo e ciclo menstrual

No sangue menstrual está a composição química mais rica que nosso organismo foi capaz de criar para gerar um novo ser humano. E no entanto o tratamos como lixo, com nojo e repulsa. Faz algum sentido ou também lhe parece que fomos enganadas a respeito das nossas potências?

Todo esse cenário é a antítese do tesão e do desejo, e nos estimula a um processo muito violento de desconexão total com o nosso corpo e com o nosso ciclo. O que se reflete na construção de uma relação muito negativa com a nossa menstruação.

Mas isso não precisa ser assim.

corpo ciclo menstrual

O papel da menstruação

Podemos tomar conhecimento de que a menstruação não só tem o seu papel de sagrado no ciclo natural da vida, como também é um momento de maior sensibilidade que pode ser particularmente positivo para o nosso prazer.

Podemos compreender que não há nada de sujo ou impuro nos nossos fluidos. Que sangrarmos não é motivo de vergonha para ser disfarçado ou escondido. E que se a pessoa que se relaciona conosco tem dificuldade de lidar com nossos fluidos naturais. Bom, ela que lute!

Leia também: O que é sexualidade positiva? Desperte o seu prazer

Quais os principais benefícios de transar menstruada?

benefícios de transar menstruada

Agora que você já desmistificou alguns tabus acerca da menstruação, conheça alguns dos benefícios que você pode usufruir ao transar menstruada.

1. Maior sensibilidade

Durante a menstruação vivenciamos um aumento na sensibilidade de todo o nosso corpo. Por isso, uma exploração sensorial neste período pode te trazer sensações novas, intensas e muito prazerosas. Aqui não estamos nos referindo apenas ao estímulo da região genital, mas de todo o corpo que se encontra muito mais a flor da pele nesta fase.

2. Alívio de desconfortos e cólicas

Os orgasmos são capazes de provocar contrações internas na região do útero e da vagina, o que potencialmente pode proporcionar alívio e amenizar os desconfortos trazidos pelas cólicas menstruais. Além disso, o sexo e masturbação liberam outros hormônios de bem estar que como mensageiros em nosso organismo, aliviam dores e tensões.

3. Ciclos mais curtos

Além disso, quanto mais intenso o orgasmo durante a menstruação, maior é o estímulo para a expulsão de sangue menstrual. Devido a essa “forcinha” adicional, muitas pessoas relatam que seus ciclos se tornam mais curtos, com menos dias de sangramento.

4. Lubrificação da vagina

O sangue menstrual pode atuar ainda como um lubrificante natural do canal vaginal e, combinado com a nossa maior sensibilidade, é capaz de tornar a penetração particularmente mais prazerosa. Essa pode ser uma boa oportunidade para você que deseja explorar essa possibilidade de prazer.

Leia também: Falta de lubrificação vaginal: 6 causas e o que fazer?

Que cuidados preciso ter ao transar menstruada?

cuidados ao transar menstruada

1. Risco de infecções

Durante a menstruação o nosso colo do útero está mais aberto para permitir a passagem do sangue. Mas isso também favorece um maior risco de infecções no caso de um sexo sem proteção ou com pouca higiene.

Portanto, higienização das mãos e o uso de camisinha são fundamentais para proteger o seu corpinho de qualquer agente externo que possa prejudicar a sua saúde. Essa dica, aliás, é válida para todo tipo de interação sexual que você possa ter com outras pessoas em qualquer momento do seu ciclo.

2. Uso de absorventes internos

Ao transar menstruada, e principalmente se for transar com penetração, nunca o faça com uso de absorventes internos ou copinho coletor, pois isso pode ser perigoso.

absorventes internos transar menstruada

Você pode acabar provocando dor e desconforto, e sem intenção ainda empurrar seu absorvente ou copinho lá para o fundo do canal vaginal deixando-o preso.

Leia também: O que é vulva? Tipos de vulva, função e estrutura anatômica

3. Engravidar menstruada

Muitas pessoas acreditam que transar menstruada elimina a possibilidade de uma gestação. Mas isso não é bem verdade. O sexo durante a menstruação reduz em muito as chances de uma fecundação, mas apesar de rara, ela é sim possível.

Isso acontece porque o espermatozóide é capaz de sobreviver por alguns dias dentro do corpo e com isso tem a possibilidade de se encontrar com o óvulo liberado no seu período de fertilidade que virá em seguida a sua menstruação.

4. Sangue de escape da ovulação

Além disso, muitas mulheres vivenciam a liberação de sangue de escape durante o período da ovulação e acabam confundindo esse sangramento com o sangue de menstruação. No entanto esse é um sangramento que acontece justo no nosso período mais fértil, e que aumenta as chances de uma gestação.

Portanto, é necessário conhecer o seu corpo, o seu ciclo e os seus fluidos antes de fazer sexo sem proteção!

conhecer corpo ciclo fluidos sexo

5. Diálogo e confiança

Além de todos os cuidados práticos que são necessários para transar menstruada, construir um espaço de diálogo e confiança é algo realmente necessário para que você viva essa experiência de uma forma prazerosa, deixando de lado seus medos e vergonhas. Não adianta muita coisa se essa desconstrução acontecer somente com uma das partes.

Transar menstruada envolve entrar em contato com o sangue, que como vimos não tem nada de sujo ou nojento, mas que de fato é um fluido de aspecto líquido e que inevitavelmente vai escoar, podendo manchar roupas e superfícies.

É preciso que sua parceria compreenda que isso muitas vezes foge do controle da nossa intenção e que pode acontecer. Não havendo nada de errado com isso.

Caso libertar-se da ideia de que “sujar de sangue é errado” seja algo ainda difícil para você. Cogite a possibilidade vocês se experimentarem no banho ou sob água corrente. Assim você evita manchas e tem a chance de viver algo extremamente sensorial e prazeroso para um momento íntimo.

Leia também: Zonas erógenas do corpo feminino que você precisa conhecer!

Conclusão

transar menstruada possibilidade de prazer

Transar menstruada pode ser um desafio para muitas pessoas, principalmente dentro de relações em que não há espaço para dialogar e desconstruir paradigmas que são nocivos à expressão da nossa sexualidade. Mas um caminho diferente é possível.

Tire os tabus, os medos e as vergonhas a respeito do seu ciclo e do seu sangue. Adicione uma pitada de contextualização, reflexão e autoconhecimento. O que você ganha?

A ampliação das possibilidades de prazer que habitam o seu corpo!

Sabia que você pode realizar a Terapia Orgástica da Casa Prazerela até mesmo menstruada? Essa pode ser uma experiência muito singular de prazer e reconexão com o seu corpo. Entre em contato conosco para saber mais e agendar a sua seção.

Que tal continuar a leitura?

comentários

Seja a primeira a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.